Segunda-feira, 3 de Janeiro de 2011

Kikujiro/ Kikujirô no Natsu (1999) Takeshi Kitano

Kikujiro é uma tentativa suave de Kitano mais uma vez se afastar do mundo negro dos yakuza ou é uma profunda reflexão auto-biográfica?

A dura e descontrolada personagem que Kitano interpreta, Kikujiro, acompanha o jovem carente Masao na busca pela sua fugida mãe. O filme desenrola-se sobre a forma de road movie com este singular duo a deparar-se com cómicas e surreais ocasiões que se proporcionam.

Tenho de admitir que dentro da filmografia que já conheço do autor japonês, esta obra de 1999 parece me ser aquela mais complexa de decifrar, e sim mais que o poético e sonolento romance de culto, Dolls, de Beat Takeshi, na minha opinião claro, já que o filme me fez por vezes adoptar uma postura quase bipolar quanto ao parecer avaliativo; e não me refiro à arte da metáfora mas sim a algo mais ténue...porque é que eu gosto realmente deste filme sabendo que o seu objecto de estudo e a sua resolução me são completamente indiferentes? .

Metade do filme não retrata absolutamente nada, o egoísmo de Kikujiro, enibe Masao e o verdadeiro propósito do filme. A obra entra num ritmo cómico semelhante a Minnâ-Yatteruka! e anula a continuação narrativa que se esperava do filme; agora a busca pela mãe fugida do pobre miúdo é um simples pano de fundo. Só há Kitano! O filme perde propósito e o pior é ainda alguns espectadores como eu, não quererem de todo que o filme volte a ter rumo! Aquela já esperada veia emocional acaba por chegar mas anula-se por completo com um final esplendoroso repleto de magia.

A personagem de Kitano descobre o que lhe faltou para ser feliz, com o pequeno Masao, visto rever a sua infância e o seus problemas maternais que teve com os do rapaz. Esta temática adensa-se ao saber que a personagem de Kikujiro é baseada no pai de Kitano, falecido quando este ainda era criança, tornando este filme no mais pessoal do autor oriental até à data. Leituras fáceis do filme que eu preferi ignorar, já que toda a magia que brota ao longo de 120 minutos me fez até engolir o promenor de mau gosto de um anjo em forma de sino. O surrealismo fantasioso, a acção desenrolada sobre a forma de episódios como eu tanto gosto, fazem-me desejar no passado ter conhecido amigos da minha avó como o senhor Kikujiro.

Não é um grande filme, longe disso, mas Kikujiro é já um dos meus maiores guilty pleasures!

(e sim tem a banda sonora de Joe Hisaishi)

publicado por Diogo às 01:11
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De João Samuel Neves a 5 de Janeiro de 2011 às 22:52
Caro Diogo,

Obrigado pela tua visita ao nosso blogue. Não conhecia este estendal, mas tenho que te dizer que estou fan do trabalho que por aqui tens feito. Há poucos blogues na net com um lado tão alternativo e irreverente. Espero que o Dial P For Popcorn seja do teu agrado e contínua este grande trabalho!

Também comecei há uns tempos uma sequência sobre os filmes do Takeshi Kitano (faltam-me dois para a terminar), e tenho que te a dizer que deste Kikujiro guardo belas memórias. Aliás, de tudo o que vi de Kitano nada me desiludiu e venero todas as bandas-sonoras de Hisaishi.

Bom Trabalho!

João Samuel Neves

dialpforpopcorn.blogspot.com
De Diogo a 6 de Janeiro de 2011 às 01:12
obrigado pelo elogio! julgo ter visto que o teu blog ganhou um prémio, se sim parabéns.
ainda bem que és conhecedor da obra de kitano e até me podias dar uma opinião: eu com este ciclo de kitano estou a interromper um outro de eisenstein, pedro costa e tarkovsky, tenho varias filmes ainda para ver de kitano sendo eles: boiling point, takeshis', violent cop e um lugar à beira-mar, achas que alguma destas obras não valem de todo a pena?
De João Samuel Neves a 8 de Janeiro de 2011 às 22:19
Diogo, desculpa o atraso na resposta. Eu não vi esses filmes do Takeshi porque optei, para a sequência de filmes sobre ele no blogue, fazer crónicas sobre os filmes da sua época de ouro. Mas eu, do que já vi dele, acho que é impossivel ele desiludir um fan. São todos diferentes, mas são todos especiais e em todos há o toque takeshi kitano que mais ninguem tem! ;)

Força com os filmes! Abraço!

João Samuel Neves
dialpforpopcorn.blogspot.com

Comentar post

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Possession (1981) Andrze...

. Rosemary's Baby (1968) Ro...

. Il Gattopardo (1963) Luch...

. L'Avventura (1960) Miche...

. Du Levande (2007) Roy And...

. Onde Jaz o Teu Sorriso? (...

. La Strada (1954) Federico...

. Nostalghia (1983) Andrey ...

. Au Hasard Balthazar (1966...

. Trash Humpers (2009) Harm...

.links

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010