Terça-feira, 11 de Janeiro de 2011

La Strada (1954) Federico Fellini

Da esperança à frustração, do egoísmo ao altruísmo, do despertar da vida ao repousar da morte! Esta saga humana assume-se como um aglomerado de todas as emoções sentidas no decorrer da vida.

Como Fellini outrora referiu: "O Neo-Realismo não devia retratar simplesmente a realidade social, mas também a realidade espiritual, a realidade metafísica, em suma tudo aquilo que existe no interior do homem".

Com duas interpretações magnificas (Anthony Quinn e Giulietta Masina) e uma metáfora de pernas e braços sobre a ironia da vida (Richard Basehart), Fellini cria um icónico e alegórico triângulo que personifica sucintamente e com uma grande eficácia, o homem, o seu sonho e o seu amor.

Uma caminhada trágica, que apesar de tocante revela-se inspirativa. A obra que deu inicio a todos os trejeitos fellinianos.

publicado por Diogo às 14:38
link do post | comentar | favorito

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Possession (1981) Andrze...

. Rosemary's Baby (1968) Ro...

. Il Gattopardo (1963) Luch...

. L'Avventura (1960) Miche...

. Du Levande (2007) Roy And...

. Onde Jaz o Teu Sorriso? (...

. La Strada (1954) Federico...

. Nostalghia (1983) Andrey ...

. Au Hasard Balthazar (1966...

. Trash Humpers (2009) Harm...

.links

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010