Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2011

Rosemary's Baby (1968) Roman Polanski

Muito mais que um mero suspense, Rosemary's Baby deve todo o seu valor, não a uma história envolvente mas sim a uma belissima realização por parte de Polanski, e a um conjunto de inspiradas interpretações.

Nós conhecemos Rosemary, o seu marido e o casal vizinho estranhamente amistoso. Rapidamente nos identificamos com a protagonista, durante o período de gravidez. As suas dúvidas, os seus medos, tudo nos parece compreensível. Mas com o decorrer do filme o fio condutor parece-nos frágil, já não sabemos se devemos ver o redor segundo Rosemary, ou encara-lo como um estado de demência pelos olhos do seu marido Guy. O mais impressionante é que sem nunca perder fulgor, a obra não depende toda a sua qualidade no seu desfecho, ao contrário de muitas tentativas falhadas dentro do género.

O final não se assume como um choque momentâneo, a meio do filme tudo que há para saber, à partida já foi contado, pouco mais se desvenda e nós próprio traçamos as nossas suposições, e mesmo que elas não estejam de acordo com o que irá acontecer, no final tudo se irá desenvolver sobre a forma de um horrífico e inevitável desfecho.

publicado por Diogo às 11:25
link do post | comentar | favorito

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Possession (1981) Andrze...

. Rosemary's Baby (1968) Ro...

. Il Gattopardo (1963) Luch...

. L'Avventura (1960) Miche...

. Du Levande (2007) Roy And...

. Onde Jaz o Teu Sorriso? (...

. La Strada (1954) Federico...

. Nostalghia (1983) Andrey ...

. Au Hasard Balthazar (1966...

. Trash Humpers (2009) Harm...

.links

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010