Quarta-feira, 14 de Julho de 2010

The Happiness of the Katakuris/ Katakuri-ke no Kôfuku (2001) Takashi Miike

Um chefe de família compra uma casa de hóspedes nas montanhas com o objectivo de iniciar uma vida calma e pacífica com a sua família. O negócio não corre como planeado já que todos os escassos clientes acabam sempre mortos durante a sua estadia por diferentes razões.

Esta tentativa de musical é um completo imbróglio e um autentico tiro ao lado por parte de Miike. Há de tudo: animações com plasticina repentinas, surrealismo despropositado (refiro-me ás cenas do início) terror, policial, dramas emotivos familiares e por ai fora. Admito que esta divergencia se fosse bem medida poderia resultar em algo bastante interessante mas tudo cai no exagero. O ambiente pacato e apreciável que por vezes é transmitido desfanesse-se quando tudo se torna berrante e propositadamente estranho.

O filme tem as suas qualidades, já que apesar de falhar na sua acessibilidade (um filme que deveria ser desfrutável torna-se maçudo) consegue criar as suas cenas de temática familiar e momentos musicais únicos (adorei o musical que se dá aquando a morte do primeiro hóspede).

A animação soa tanto a uma tentativa falhada de inovação, dando a este filme a imagem de algo que aspira a mais do que devia, o filme foge à ideia de se tratar de uma obra desfrutável e falha, passa então a ser um turbilhão de ideias que se definirá como algo sem género e sem definições entrando assim no  topo dos filmes de culto.

Há ainda o segundo ponto de vista que tem o mesmo peso que o primeiro fazendo-me não odiar esta obra. A meio do filme comecei a encarar Happiness of the Katakuris como uma confusão assumida sem propósito, como se de um batido se tratasse, uma experiência que propositadamente se afirma como confusa tornando-se numa das comédias mais surreais que eu vi até hoje.

Não sei para onde me virar, mas o pior de tudo é que o filme é um falso remake a uma obra coreana (The Quiet Family). Miike tentaste fugir ao teu campo  e bom esforço ao tentares variar mas não vale a pena haver repetição.


publicado por Diogo às 02:22
link do post | comentar | favorito

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Possession (1981) Andrze...

. Rosemary's Baby (1968) Ro...

. Il Gattopardo (1963) Luch...

. L'Avventura (1960) Miche...

. Du Levande (2007) Roy And...

. Onde Jaz o Teu Sorriso? (...

. La Strada (1954) Federico...

. Nostalghia (1983) Andrey ...

. Au Hasard Balthazar (1966...

. Trash Humpers (2009) Harm...

.links

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010